Existe um segredo para se viver de arte?


Existe um segredo para se viver de arte?



Há algumas semanas eu escrevi falando sobre os 3 pontos fundamentais para ajudar você a viver de arte.


Resumidamente, esses pontos eram:


1. Você precisa ser um artista dedicado a sua arte, comprometido com ela. Você precisa realmente acreditar naquilo que faz e se esforçar para fazer cada vez melhor;


2. Você precisa apresentar seu trabalho de forma apropriada. Tenha um bom portfólio para enviar às galerias ou submissões, tenha também um site simples, limpo, eficiente e que seja agradável aos olhos de quem visita;


3. Além do seu site ou de sua página em alguma rede social, você precisa estar presente em outros lugares que contribuam para que você seja encontrado.


Esse texto me gerou bastante feedback. Algumas pessoas me escreveram para dizer que realmente concordavam comigo e até me contaram experiências super positivas sobre quando decidiram colocar essas atitudes em prática. E talvez a palavra certa aqui seja essa mesmo: “decidiram”. Por que, para que algo aconteça em nossa vida, antes de qualquer outra coisa, nós precisamos tomar uma decisão. E somente à partir dessa decisão, certa e consciente, é que começaremos com o primeiro passo. E depois o segundo. E depois o terceiro… até percorrermos o caminho da conquista dos nossos objetivos.

Outra pessoas, no entanto, me escreveram para reclamar. Reclamar de tudo, de como as coisas são difíceis, da falta de tempo, da falta de recursos, da falta de apoio… e até mesmo para reclamar que eu não disse tudo, que eu fui muito superficial no assunto e que eu não entreguei o “pulo do gato”.


Na verdade penso que nem existe um único “pulo do gato”. Mas tenho certeza que se ele existisse, ele seria muito parecido com aquilo que eu falei naquele texto, envolvendo aqueles 3 pontos fundamentais. Mas como talvez não tenha ficado muito explícito, eu vou repetir agora, de maneira mais objetiva possível.


Para que as pessoas gostem do seu trabalho, para que queiram comprá-lo, para que se apaixonem por aquilo que você faz e consigam enxergar que você é um artista de valor, para que saibam que seu trabalho é realmente bom e legítimo, e queiram eventualmente adquiri-lo para terem em suas casas ou para presentear outras pessoas, para que queiram efetivamente gastar dinheiro comprando um trabalho seu...é preciso que...


Você está mesmo preparado para saber? Isso é tão simples que parecerá até ridículo em um primeiro momento!


Aqui vai: para que as pessoas gostem do seu trabalho e queiram comprá-lo, elas precisam primeiramente encontrar você e o seu trabalho! Simples assim: as pessoas precisam te encontrar, precisam saber quem você é o que exatamente você produz.


O que você tem feito pra ser encontrado?


Pense por um momento. No mundo existem perto de 8 bilhões de pessoas e é muito, muito, provável que pelo menos algumas centenas delas estejam procurando exatamente aquilo que você faz, exatamente a arte que você produz. Agora imagine, por exemplo, em uma analogia boba aqui, um pequeno barquinho, a remo, tentando cruzar a vastidão de um oceano, juntamente com milhares de outros barquinhos tentando fazer a mesma coisa. Esse seria o artista tentando aparecer, tentando se destacar no meio na multidão e da imensidão. Ou seja, apesar de perfeitamente possível, é muito pouco provável que ele consiga fazer isso sozinho.


A maioria dos artistas que eu conheço não gasta e nem quer gastar muito tempo pensando em sistemas de busca e eu até entendo isso. É muito mais interessante ficar criando, mergulhado em suas tintas e pincéis do que se preocupar com algo tão chato assim. Aprender sobre Search Engine Optimization (SEO) ou sobre marketing digital parece que são as últimas coisas que algum artista de verdade gostaria de perder tempo fazendo na face da Terra. Eu entendo isso. Mas se você realmente quer vender o seu trabalho de arte e eventualmente viver disso, você precisa achar uma maneira de ser encontrado.


Perceba que eu não estou falando aqui apenas em ter mais visitas em seu site ou curtidas em suas postagens, o que eu estou tentando dizer é que você precisa ser encontrado pelas pessoas certas: aquelas que gostam de arte, pessoas que consomem arte, sejam colecionadores de arte ou, no mínimo, compradores em potencial de arte. De nada adiantará aumentar o tráfego do seu site se esse tráfego vier das pessoas erradas, ou seja, pessoas que não gostam de arte e nem consumiriam arte por alguma razão.


Seu objetivo principal, enquanto artista, além do óbvio que é produzir boa arte, deve ser facilitar ao máximo para que pessoas interessadas em arte e, sobretudo, interessadas naquele tipo específico de arte que você produz, te encontrem nesse imenso oceano de possibilidades.


Não existe outra forma e esse é o único caminho que eu conheço: encontre um jeito de ser encontrado.


Se você não sabe como fazer isso, peça ajuda ou contrate alguém que faça isso por você. Outra opção é juntar-se a outros artistas participando de uma galeria de arte online, mas algo que seja de qualidade. Não coloque seu trabalho em nenhum lugar que possa tirar-lhe ou diminuir-lhe o valor.


Para finalizar, me mostre o que você tem produzido ultimamente, muito provavelmente eu conseguirei te ajudar de forma mais acertada depois de ver sua arte. Vamos tentar juntos encontrar o melhor caminho para você. E, se você me permitir uma última sugestão aqui, visite a DOMI Galeria de Arte Online e veja como ela pode te ajudar.


Abraços ;-)




Novidades
Posts recentes
Visite nossa página:
  • Facebook Long Shadow

© 2023 by Artista Criativo